Leitura finalizada: "Escola dos Mortos". (Resenha)

Primeiramente e antes de mais nada, preciso dizer: se eu tivesse uma editora, lançaria esse livro, viu, Karina?

Para quem gosta de histórias envolventes, cheias de mistério e reviravoltas, vai amar esse livro! E se você é fã de "Academia de Vampiros" e da saga "Crepúsculo", vai amar ainda mais. Não que seja uma história de vampiros, não. Não tem nenhum vampiro, mas é uma história recheada daquele clima misterioso e envolvente de “Academia de Vampiros”, consigo ver até um pouco de Rose Hathaway em Lara Valente. E de Dimitri, no Luka. E determinadas passagens pela história, me fizeram lembrar de Edward e Bella. Ah! E também senti uma pegada de “Jogos Vorazes”, mas em vez de jogos… era “Que A Caçada comece”. .
Eu amei como a história se desenrolou ao longo de mais de 500 páginas. Desde a primeira vez que bati meus olhos em "Escola dos Mortos", sabia que ia adorar! Eu também gostei do final. Só acho que pelo magnetismo da história, ela merecia um final mais grandioso. Não que esse final, tenha estragado a história, em hipótese alguma. Só senti falta daquele “Bum!”. De certo mesmo, eu só mudaria algumas poucas coisas. - Repito - poucas. Caso contrário, tiraria a sua essência. Eu mudaria apenas a repetição dos detalhes… sempre muito bem explicados e detalhados sim, mas aparecem muito ao longo dos parágrafos. O que faz a história se arrastar e ficar um pouco repetitiva. Quando eu esperava mais ação e acontecimentos, vinha mais detalhismo de coisas já lidas várias vezes antes. Mas, de verdade? É muito bom! Leiam. Acredito que não irão se arrepender.
Nota: 4/5.
E Karine, não fique triste pela crítica. É construtiva. E já está claro, que eu amei. E a propósito, preciso do conto do Luka, mencionado no final, rs.

Cortesia da @editoragutenberg para a Aliança de Blogueiros RJ.

Primeiramente, muito obrigada, Gutenberg.
Em breve, resenha.

Sinopse: “Ela é uma detetive impulsiva e durona. Ele é um astro do futebol americano. O que eles têm em comum? Nada! E, ao mesmo tempo, tudo. Aquele era um bom dia para ser Cooper Graham. Aliás, todos os dias eram. Afinal, para o ex-quarterback do famoso time Chicago Stars a vida é como um jogo do Super Bowl e ele é sempre o vencedor. Acostumado com a fama e com o assédio dos fãs, Cooper sabe identificar muito bem quando algum admirador está passando dos limites – e não gosta nem um pouco quando começa a ver um rosto familiar em todos os lugares aonde vai. Piper Dove é uma mulher de fibra guiada por um sonho: reerguer a empresa de investigações de sua família e se tornar a melhor detetive de Chicago. E a sorte parece estar do seu lado quando ela recebe uma missão (im)possível: seguir a estrela do futebol americano Cooper Graham. Ela só não esperava que sua sorte duraria tão pouco… Cooper não fica nada feliz quando descobre que está sendo espionado, e Piper, para escapar de um processo, começa a trabalhar para ele a contragosto. Mas quando descobre que a vida de Graham pode estar em perigo, Piper se vê diante do que pode ser o grande caso de sua carreira e decide que vai protegê-lo, quer ele queira, quer não. Agora duas pessoas que não admitem a derrota são escaladas para o mesmo time. O único problema: elas não sabem jogar em equipe e vão desafiar os limites um do outro para conseguir o que desejam. E para isso vale usar todas as armas, inclusive a sedução.”

Gutenberg, 15 de jun de 2017 - 302 páginas.

Leitura finalizada: "Paris Para Um" da Jojo Moyes.

Após ler o primeiro conto ontem, fiquei super empolgada e esperava a mesma qualidade e encanto nos outros. Mas não aconteceu.
Dos 10 contos, o primeiro e o último foram os que mais gostei: “Paris Para Um” e “Lua de Mel em Paris”. Os demais, achei mornos e apressados, terminam como se tivessem sido cortados no meio.
Na minha opinião, os únicos que se salvam entre o segundo e o nono, e conquistam com sua doçura, são: “O Casaco do Ano Passado”, que realmente nos faz sentir aquela angústia das dificuldades financeiras. E “A Lista de Natal”, que me deixa bastante irritada com o marido de Chrissie, imaginando o que é, deixando tudo nas costas da esposa enquanto ele fica em casa, ainda se sentindo no direito de reclamar porque o bolo é da marca errada.
O livro é fofo! Os contos são leves e engraçados. Jojo Moyes nos conquista mais ainda com sua escrita e delicadeza.
Nota: 4/5.
.
E agora posso devolver o livro da minha prima.  Obrigada, @psychologist_giselly
Agora devo voltar para “Escola dos Mortos” com mais de 600 páginas.

Livro: "Paris Para Um" da Jojo Moyes. (Primeiras Impressões)

ENCANTADOR. MAGNÍFICO! Palavras que expressam bem o que estou sentindo e pensando ao terminar de ler o primeiro #conto do livro "Paris Para Um". Estou absolutamente encantada e maravilhada, como se eu fosse a própria Nell, vivendo tudo aquilo.
Confesso que comecei a leitura meio desconfiada, mas logo a história me arrebatou. Jojo Moyes tem um jeito único e todo especial de nos conquistar e nos fazer apaixonar pelos personagens.
Agora eu quero mais! Muito mais!
Alguém pode me trazer um Fabien, por favor?

Antologia "Sem Mais, O Amor".

E eis a capa fofa do livro, e o meu conto “Passos de Um Amor”, está nele.
O lançamento foi dia 14 de outubro de 2017 em São Paulo, no evento Livros em Pauta.
Ainda tenho alguns exemplares em mãos para a venda. Interessados podem comprar diretamente comigo.
.
Contos de amor em forma de cartas, emails, páginas de diário e outras formas de registro escrito."

SINOPSE: Fernando Pessoa já dizia que “todas as cartas de amor são ridículas”. E afirmava veementemente: “não seriam cartas de amor se não fossem ridículas”. Mesmo não vivendo o suficiente para conhecer novas tecnologias de comunicação, o poeta sabia bem que a interação verdadeira entre duas pessoas que se amam se despe de vaidades e apresenta a pureza de um sorriso. “SEM MAIS, O AMOR” é uma coletânea de contos românticos em forma de cartas, emails, páginas de diário e outras formas de registro escrito. E o mais importante: são histórias ridículas! Exatamente como o poeta disse que tinham de ser.

Com organização de Leandro Schulai.

Resenha: "Perigosa Atração" da Maya Banks.

Resenha 📝❤

Há alguns dias, eu comecei a ler "Perigosa Atração" da Maya Banks. Foi a primeira vez que li um #livro da Maya e também com todo esse romance e aquela pegada hot… haha! Confesso que tinha um tremendo preconceito, mas assim como a @frini_georga falou, meu preconceito acabou e eu me deliciei com a história.
Ontem, ainda faltavam mais de 40 páginas para finalizar o livro, mas mesmo batendo meia-noite, eu não consegui parar. PRECISAVA saber o que vinha depois, precisava saber o que aconteceria com Eliza e Wade. E às 01:05 da manhã, terminei extasiada.
Além da pegada hot, o livro tem um lado sobrenatural. Além do mistério que deixa a história bem mais gostosa, os diálogos contêm bastante ironias e até um humor negro que nos envolve, dando até para visualizar as caras e bocas de cada personagem.
Me lembrou muito todo o mistério da saga “Academia de Vampiros” e toda aquela trama gostosa.
Claro, como se trata de romance… alguns trechos são piegas e bem clichês… mas cá para nós, alguns clichês são bons pra caramba!
Então, quem gosta, mergulhe de cabeça, pois vai adorar! Eu adorei! AMEI! Mas não, não consigo imaginar Eliza loira e pequena. Para mim, ela lembra a Rose de “Academia de Vampiros” e é morena de olhos claros! Kkkk Para ser mais precisa, a atriz Odette Annable.
Nota: 5/5.

Livro: "Perigosa Atração" da Maya Banks.

Ganhei esse livro no sorteio da Tour Harlequin da @harpercollinsbrasil há alguns meses, e na volta para casa, não resisti e já comecei a ler. E como falado durante o evento, deixei a capa beeeem visível para que todos vissem. Viu, @frini_georga? Que poder! E como algumas pessoas que estavam no evento, o meu preconceito em relação a romances também está caindo por terra. O LIVRO É MUITO BOOMMMMMM! E claro, já tem marcação com post-it nele. 
E "vamo" prender a respiração e mergulhar fundo. Se joga na piscina!!!
Quem foi no evento, vai entender as últimas frases

 Maya Banks está surpreendentemente me prendendo, deixando algemada e me envolvendo completamente nessa história. Quero ver catfish, mas parei numa parte que me deixa querendo gritar “eu quero maaaaissss!” Como faz? 
Sinceramente? Estou me apaixonando por Maya Banks e por essa história. Até o momento, me lembra demais a Rose de “Academia de Vampiros” e toda a saga maravilhosa, cheia de mistério.






 E começaram as marcações.
Gente, a personagem é loira… mas por que será que eu a imagino morena de olhos claros?!














 OMG… Wade.

Livro: "Dark London - Contagem Regressiva” de Pietra Von Bretch.

Genteeemmm, ganhei esse livro num sorteio e o devorei no dia seguinte! O que dizer da escrita da linda Pietra Von Bretch? - pausa para o nome chique… AAAAAA - Sim, sim. A escrita da autora é maravilhosa e bem no estilo que nos envolve e nos captura para dentro da história.
“Dark London - Contagem Regressiva” é sobre vampiros, humanos e outros seres sobrenaturais. Para quem se interessar, é uma série. E claro, preciso dizer que amei o título do livro… Dark London… UAU!
Eu mergulhei na história de Brian e Alex e me fez voltar ao passado, onde eu amava alguns fanfics e textos. Parabéns, @pietravonbretch! 👏 E sucesso!
.
Quem quiser, pode encontrá-la aqui:
WattPad: PietraVonBretch
📷 @pietravonbretch
Facebook: AutoraPietraVonBretch

Resenha: "Depois de Você" da Jojo Moyes.


 Cheguei na página 100 do livro e ainda que a história seja interessante devido algumas surpresas e a Lou sempre engraçada e irônica, com aquele jeitinho especialmente atrapalhado que passamos a amar, a história ainda não me contagiou. Maasss
que seja bom!













💗 Resenha 💗 

Depois de novamente começar a ler " Depois de Você" e agora ir até o fim do livro, chego a conclusão de que valeu a pena. Mesmo com alguns percalços.
Claro que, muitas coisas na história, são desnecessárias, vários acontecimentos que pareceram meio forçados para dar continuidade a vida de Louisa. Mas o livro tem momentos que nos tocam, como os sentimentos de Lou em relação à morte de Will, como ela encara o dia após dia tentando seguir em frente. Temos também as trapalhadas dela, e com certeza isso não poderia ficar de fora. Posso dizer que também me emocionei, quando Lou novamente se depara com uma quase perda. Fiquei louca da vida com Lily, e suas irritantes atitudes de adolescente problemática. O livro não é ruim, a história até que flui e de certa forma, ficamos querendo saber o que vem a seguir. Porém, uma das coisas que não entendi, foram as pegadas sexuais que a história contêm. Não combina com a mesma e com toda a história de Lou. Não acho que eu como autora, escreveria uma sequência para “Como Eu Era Antes de Você”, mas amoleço o coração e sim, Louisa Clark merecia um desfecho, mesmo achando o final da história, bastaaante morno.